Tempos de crise: Dicas que sua empresa pode usar para se manter forte e melhorar resultados

Crise econômica

O mercado continua sinalizando para os próximos meses uma dificuldade maior em diversos setores no país. Com este cenário de instabilidade, empresas de diversos segmentos terão de ajustar seus negócios e estratégias à uma nova realidade onde cada venda irá gerar um esforço mais assertivo.

Neste post iremos falar sobre como algumas ações podem contribuir para contornar os efeitos negativos da crise econômica e proporcionar vários benefícios para as empresas. É o lado bom das dificuldades que chegam à nós para melhorarmos nossos serviços e produtos. Confira!

Crise econômica parada

Em tempos de crise, muitos gestores se veem pressionados a criar e adotar medidas que contribuam para o aumento da eficiência de seus processos e a redução de custos. No ramo da construção civil por exemplo,  imóveis já não são vendidos com tanta facilidade em determinadas áreas específicas. Há até mesmo uma boa quantidade de imóveis de baixa qualidade ou problemas construtivos que estão sofrendo com baixa liquidez e desvalorização acelerada. Mas, quando o cenário econômico não é favorável, quem quiser continuar no mercado precisará mudar um pouco seu foco de atuação.

Crise nas construções

O cenário econômico desfavorável reduziu a oferta de crédito, diminuiu o número de lançamentos e deixou o consumidor mais seletivo, exigente e receoso para investir em imóveis. Hoje, o setor vive um período de ajuste, que muitos já consideram como crise. Mas este ainda é um momento em que as empresas podem sofrer menos com as vendas, mesmo com tantos obstáculos.

Esse cenário de crise faz com que se configure um momento propício a organizar e rever processos, se concentrar ainda mais em um trabalho eficiente na condução de projetos e leitura de mercado. Temos que nos reinventar e sairmos da zona de conforto para deixarmos nossa empresa e nossos negócios mais seguros e enxutos.

Vamos às dicas:

  • Invista em qualidade

Ao mesmo tempo em que a crise financeira traz dificuldades e incertezas, também serve como ensinamento.
Nesses momentos, quem consegue se manter firme e aprender certamente sai mais forte e preparado para encarar a concorrência e os novos tempos. Invista energia naquilo em que você tem o poder de mudar. Melhore seu produto para ser mais confiável, durável, diferenciado e com melhor custo x benefício. Seu cliente agradecerá pela qualidade encontrada e poderá ficar mais fidelizado à sua empresa.

Invista em qualidade

  • Seja realista

Preços mais realistas, boas condições de negociação, planos de financiamento que realmente auxiliem o fechamento de negócios e uma baixa inadimplência em sua carteira, tudo isso ajudará você nesses tempos de crise. Contudo, se por um lado o número de negócios tem diminuído em decorrência da retração do mercado, por outro a demanda por moradia no país continua existindo. Assim, uma aquisição agora, com um preço menor, pode significar um bom negócio no futuro.

Crise econômica dinheiro

  • Ofereça diferenciais e seja criativo

Em tempos de apreensão e insegurança, é natural que a competitividade aumente — todo mundo quer mostrar que é indispensável. A construtora pode estabelecer alianças comerciais que beneficiem diretamente o cliente. Por exemplo, fazer parceria com uma loja de decoração para que o novo proprietário do apartamento tenha descontos. A ideia é agregar valor à venda, de forma que o cliente também receba vantagens. Estamos em um período de comoditização dos produtos e serviços e, neste contexto, a indicação passa a ser mais um grande diferencial competitivo.

A criatividade poderá ser uma grande aliada nestes momentos. Pense em como atrair o cliente e deixá-lo mais satisfeito. Estude melhor o mercado, os produtos utilizados e os métodos construtivos para que as idéias geradas por seu esforço criativo agregue mais valor ao produto final, aumente a liquidez e/ou reduza seu custo sem diminuir qualidade.

  • Não descuide do marketing e divulgação

A maioria das pessoas interessadas em adquirir um imóvel usa a internet para fazer pesquisas. As empresas em geral não podem desperdiçar essa oportunidade. Cuide para que o site da empresa seja responsivo – o que permite a visualização em smartphones e tablets, dispositivos mais utilizados para acesso à web e obtenha um bom posicionamento nas buscas e pesquisas realizadas na mesma. Seja objetivo e claro nas informações sem desperdiçar o tempo do seu cliente. Tenha claro o foco em suas estratégias de marketing e evolua nas negociações conforme o interesse do cliente para não ser insistente sem o devido respeito e bom senso.

Crise econômica pensativo

  • Avalie seu custo-benefício

Crises financeiras trazem consigo muita cautela. Isso significa que os clientes e consumidores ficam mais cuidadosos na hora de fechar negócio, e, sem dúvidas, vão querer negociar os preços!

É uma boa oportunidade para as empresas reverem seu portfólio. Depois de uma avaliação talvez você perceba que vale mais a pena focar em poucos produtos que dão mais resultado e resolva deixar de lado outros menos procurados ou menos rentáveis. Outra dica: verifique o que seu concorrente está oferecendo e faça uma avaliação do custo x benefício do seu produto. Você não precisa ser o mais barato do mercado, mas deve ter motivos convincentes para o cliente optar por você. Esteja preparado, portanto, para ouvir abertamente as contrapropostas realizadas, analise-as bem e decida-se com calma. Lembre-se de que a venda de um imóvel é uma via de mão dupla.

Custo benefício crise

  • Tenha uma postura assertiva

As construtoras devem voltar o seu olhar às pessoas e prestar mais atenção em como o cliente está consumindo. Saber como vender imóveis na crise e orientar sua equipe de venda para isso pode não ser a coisa mais fácil do mundo. Mas é algo possível! Seguindo estas sugestões você estará no caminho certo e com certeza conseguirá aumentar os negócios de venda sob sua responsabilidade, agradando tanto a construtora quanto o comprador. É preciso tirar o viés pessoal das análises racionais. Faça um esforço para enxergar, de fato, o que ocorre na empresa e no mercado. Isso amplia as possibilidades e suas referências.

  • Acredite e tenha fé que as mudanças serão para melhor

São nos momentos difíceis que historicamente nos voltamos ao sagrado e aumentamos nossa fé. Essa é uma ótima hora para desenvolvermos nossa auto-confiança, darmos um sentido às dificuldades vividas com aprendizados preciosos. Acreditamos que nossa boa vibração e nosso melhor para o bem coletivo sempre terá o patrocínio do Universo com retornos favoráveis. Confie, entregue, aceite e agradeça que as coisas se encaixarão no tempo certo e da melhor maneira possível para todos os envolvidos.

Concluindo: a crise vem para todos, mas não são todos que conseguem lidar com ela. É preciso se adaptar rápido,  se comprometer em compreender novos cenários possíveis de atuação. Este é um excelente momento para sairmos da zona de conforto e lapidarmos nosso negócio agregando mais valor com uma melhor relação custo x benefício, bem como divulgarmos com mais eficiência e tratarmos melhor nosso cliente.

Fé na crise

Um bom profissional consegue analisar qual é a real situação, avaliar as alternativas e colocar em prática ideias que contribuam para que a empresa consiga superar esses momentos ruins, mantendo a equipe engajada e comprometida com objetivos nobres e coletivos.

Nós da Borgesi Engenharia estamos prontos para gerar a plena satisfação que nossos clientes buscam com o melhor dos nossos serviços e produtos. Venha conhecer o Edifício Pitágoras e comprovar toda a nossa filosofia positiva. Aguardamos seu contato… Um abraço.

Júlio Borges